Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; Ensinando-os a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos. Amém. Mateus 28:19,20.JESUS CRISTO 

                   

 

PARCEIROS DAS RÁDIOS, VERDADE GOSPEL E WEB RÁDIO LOVE SOM GOSPEL, QUE RETRANSMITEM A NOSSA PROGRAMAÇÃO PARA TODO O PLANETA,VOCÊ TAMBÉM PODE ANUNCIAR NESSE ESPAÇO FALE CONOSCO 44 99966-0058 UMA ORGANIZAÇÃO LUIZ SOARES,JESUS A SINTONIA PERFEITA PARA O SEU DIA-A-DIA.
RÁDIO VERDADE GOSPEL A RÁDIO DA ATUALIDADE CRISTÃ LEVANDO VOCÊ MAIS PERTO DE DEUS.ORGANIZAÇÃO SERVO LUIZ SOARES. WEB RÁDIO LOVE SOM GOSPEL,TRANSMISSÃO SIMULTÂNEA COM A RÁDIO VERDADE GOSPEL 24 HORAS NO AR,TRAZENDO PARA VOCÊ OUVINTE O MELHOR DO MUNDO GOSPEL.VISITE TAMBÉM O SITE DA WEB RÁDIO LOVE SOM GOSPEL. www.webradiolovesomgospel.com FALE CONOSCO 44 99966-0058

webradioverdadegospel@gmail.com  (44)99966-0058

O MELHOR DO MUNDO GOSPEL 24 HORAS  NO AR UMA ORGANIZAÇÃO DO SERVO LUIZ SOARES
         
          

 

 
Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese
Enquete
Qual história bíblica você acha mais interessante?
História de Paulo
História da rainha Ester
História de David
História de Moisés
História de Abraão
História de Jó
História de Sansão
História de Pedro
Ver Resultados

Rating: 3.0/5 (8784 votos)




ONLINE
15




Partilhe este Site...

 



 





Estudo sobre Gênesis 35
Estudo sobre Gênesis 35

INTRODUÇÃO

Em Gênesis 28:10-22, lemos a respeito da visão e do voto de Jacó em Betel. Betel literalmente significa “a casa de Deus”. Infelizmente, parece que Jacó se esqueceu ou negligenciou o seu voto. Ele permaneceu em Canaã por vários anos, e não tinha retornado para Betel ainda. O declínio espiritual parece ser uma tendência natural nos santos e na igreja. Somente a graça pode nos salvar e guardar de tropeçar.

I. DEUS VIVIFICA O SEU POVO – VERSÍCULOS 1-4.

A mão de Deus muitas vezes pesa sobre a vida de Seus filhos, a fim de despertá-los do seu estado de complacência espiritual [Hebreus 12:6 e 11]. Os fatos ocorridos no capítulo 31 mexeram com Jacó e o preocuparam. A partir dali Deus lhe deu uma nova direção. Note os efeitos do reavivamento na vida de Jacó:

A. A lembrança do relacionamento anterior com Deus [vers. 1 e 3]. Jacó relembra a sua conversão e as circunstâncias que o levaram ao encontro com Deus. No reavivamento, os santos recordam e recebam novamente a alegria, a maravilha e a humildade da salvação de Deus [Salmo 85:6; 51:12].

B. A renovação do interesse pelos outros [vers. 2-3]. Quando Jacó estava espiritualmente renovado, ele começou a se interessar pelas almas de sua família.

C. O retorno a pureza espiritual [vers. 2-4]. Quando os santos se afastam de Deus, o mundanismo começa a brotar, e até mesmo a idolatria passa a ser tolerada.

Nós Cristãos devemos lutar para termos lares consagrados. Precisamos agir, vestir e falar de maneira cristã. Os lugares que freqüentamos e nos divertimos não devem desagradar a Deus. Nossos filhos devem ver, através de nós, que o padrão do mundo não é o padrão dos filhos de Deus. (Brincos no mundo antigo muitas vezes tinham uma conexão com a idolatria. Isto nem sempre era assim, como vemos em Gênesis 24:22. Quando alguma coisa é errada, deveríamos estar dispostos a nos desfazer delas, a despeito do seu valor monetário. Isto é exemplificado aqui e ensinado em Deuteronômio 7:25).

D. A restauração pelo prazer de estar na casa de Deus [vers. 3]. Quando os filhos de Deus são vivificados, o interesse deles pela casa de Deus é renovado [Salmo 27:4]. Anteriormente, Jacó havia adorado a Deus como “Deus de Israel” [Gênesis 33:20]. Vamos lembrar que “Israel” foi o nome que Jacó ganhou, e que nos ensina alguma coisa a respeito do seu estado espiritual. Quando pensamos em Deus, somente para o nosso benefício pessoal, estamos desviados. Após ser reavivado, Jacó adorou a Deus como o “Deus de Betel” [vers. 7]. Ele começou a pensar em Deus com relação a Sua casa. A glória de Deus e o Seu povo se tornam o interesse daqueles que se aproximam do Senhor.

A verdadeira espiritualidade nunca se esquece que Deus tem uma família e uma igreja. Cristo nos ensinou a orar “Pai nosso” para que não venhamos a esquecer disso. O verdadeiro reavivamento fará com que a casa de Deus seja uma prioridade em nossa vida. A igreja é a casa de Deus hoje [I Timóteo 3:15].

II. DEUS PROTEGE SEU POVO – VERSÍCULO 5.

Deus pode usar muitos meios para proteger o Seu povo. Aqui Ele põe medo nos corações dos inimigos de Jacó. Por que deveríamos temer quando seguimos tal Deus?

III. UMA TRISTE PROVA – VERSÍCULOS 6-8.

Enquanto Jacó estava em Betel, a ama mais velha de Rebeca, vem a falecer. Sem dúvida ela era a mais antiga governanta de Jacó, e por isso, mui amada. Isso explica porque ela veio morar com eles. Ela foi sepultada ao pé de um carvalho que passou a se chamar “o carvalho do choro”.

A lição aqui é muito clara: Nem o reavivamento, nem a nossa espiritualidade, nos isentam das provações desta vida. Estas provas não somente despertam os santos da sonolência, como também aprofundam a espiritualidade daqueles que aspiram por Deus [Tiago 1:2-4]. Nós aprendemos a confiar nas promessas de Deus e experimentar a paz em Cristo, mesmo durante nossas provações.

IV. AS PROMESSAS DE DEUS – VERSÍCULOS 9-15.

Enquanto Jacó estava em Betel, Deus apareceu para ele e renovou as Suas promessas. Jacó foi assegurado de que as promessas feitas a Abraão e Isaque também pertenciam a ele. Sendo assim, Jacó respondeu com uma adoração pública e um memorial a presença de Deus.

Muitos podem dizer que encontraram Deus pela primeira vez na igreja. Eles também podem testificar, que a partir dali, Deus tem lhes falado muitas vezes através da pregação da Palavra. Que nós possamos oferecer sacrifícios espirituais a Deus em nosso serviço prestado na igreja e através dela [I Pedro 2:5; Filipenses 2:17 e 4:18]. Este é o sentido espiritual do versículo 14. A coluna designou o lugar como a casa de Deus. A oferta de libação representa o culto espiritual de Jacó a Deus. No texto Grego de Filipenses 2:17, Paulo compara sua vida com a oferta de libação derramada no serviço de Deus. O óleo representa a presença do Espírito Santo na igreja.

V. OUTRA PROVA – VERSÍCULO 16-20.

Ao lermos esta passagem, é muito difícil esquecermos as palavras de Raquel em Gênesis 30:1. Vamos ter todo cuidado ao abrirmos nossas bocas. Nos seus últimos instantes de vida, Raquel deu o nome ao menino que lhe nascera de “filho da minha tristeza”. Mas, Jacó sabiamente mudou para Benjamim, que significa “filho da minha mão direita”. É interessante notar que tanto o nascimento quanto a morte ocorreram em Belém.

Devemos observar os seguintes pontos:

A. O velho testamento faz distinção entre o corpo e a alma.

B. Alguns eventos de nossa vida podem ter implicações de longo alcance. Tanto o Rei Saul quanto o Apóstolo Paulo pertenciam à tribo de Benjamim.

C. As provações algumas vezes vêm em grupo.

VI. MAIS UMA DECEPÇÃO – VERSÍCULOS 21-22.

Em determinado momento, Rúben, o filho mais velho, teve um romance com uma das mulheres de seu pai. Este ato de incesto causou um grande desgosto para Jacó e Deus. Infelizmente, este era um comportamento comum entre os Cananeus [Levítico 18:8 e 27-28].

Não há dúvidas de que o casal pensava que poderia esconder este feito, mas, como sempre, o pecado os achou [Números 32:23]. As conseqüências foram muitas; Deus foi desonrado, Jacó ficou desgostoso, e Rúben e seus descendentes sofreram por causa disso [Gênesis 49:3-4].

VII. OS FILHOS DE JACÓ – VERSÍCULOS 22-26.

Lembre-se que Jacó (Israel) foi o pai das doze tribos. Incluindo os filhos de José que foram adotados por Jacó [Gênesis 48:5], houve na realidade mais do que doze tribos. A razão disto é explicada em Gênesis 48:22. Isto nos ajuda a entender as variações existentes em diferentes listas encontradas na Bíblia a respeito das tribos.

VIII. ISAQUE MORRE – VERSÍCULOS 27-29.

Na verdade, a morte de Isaque ocorreu quinze anos após estes eventos. Entretanto, nos é relatada aqui para completar a história de Jacó, o qual, será mencionado novamente na história de José.

 



 


 

 


 

 
 

 

Por Gospel+ - Gospel+ Noticias

topo