Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; Ensinando-os a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos. Amém. Mateus 28:19,20.JESUS CRISTO 

                   

 

PARCEIROS DAS RÁDIOS, VERDADE GOSPEL E WEB RÁDIO LOVE SOM GOSPEL, QUE RETRANSMITEM A NOSSA PROGRAMAÇÃO PARA TODO O PLANETA,VOCÊ TAMBÉM PODE ANUNCIAR NESSE ESPAÇO FALE CONOSCO 44 99966-0058 UMA ORGANIZAÇÃO LUIZ SOARES,JESUS A SINTONIA PERFEITA PARA O SEU DIA-A-DIA.
RÁDIO VERDADE GOSPEL A RÁDIO DA ATUALIDADE CRISTÃ LEVANDO VOCÊ MAIS PERTO DE DEUS.ORGANIZAÇÃO SERVO LUIZ SOARES. WEB RÁDIO LOVE SOM GOSPEL,TRANSMISSÃO SIMULTÂNEA COM A RÁDIO VERDADE GOSPEL 24 HORAS NO AR,TRAZENDO PARA VOCÊ OUVINTE O MELHOR DO MUNDO GOSPEL.VISITE TAMBÉM O SITE DA WEB RÁDIO LOVE SOM GOSPEL. www.webradiolovesomgospel.com FALE CONOSCO 44 99966-0058

webradioverdadegospel@gmail.com  (44)99966-0058

O MELHOR DO MUNDO GOSPEL 24 HORAS  NO AR UMA ORGANIZAÇÃO DO SERVO LUIZ SOARES
         
          

 

 
Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese
Enquete
Qual história bíblica você acha mais interessante?
História de Paulo
História da rainha Ester
História de David
História de Moisés
História de Abraão
História de Jó
História de Sansão
História de Pedro
Ver Resultados

Rating: 3.0/5 (8785 votos)




ONLINE
13




Partilhe este Site...

 



 





Habacuque: Até Quando, Senhor?
Habacuque: Até Quando, Senhor?

O pequeno livro de Habacuque trata de um dos problemas mais difíceis e fundamentais para qualquer pessoa que deseja manter sua fé em Deus. Como explicar as injustiças neste mundo, se Deus realmente está no controle?

O nome Habacuque significa “abraço”, nome que representa bem a atitude deste profeta para com seu povo de Judá. Ele mostrou seu desejo de abraçar e proteger o povo ameaçado pela violência da expansão babilônica. Habacuque profetizou nos últimos anos antes da invasão de Jerusalém pelas forças da Babilônia, um acontecimento que levou à destruição da cidade e do templo 20 anos depois. Foi exatamente nesta época que começou o período de 70 anos que Judá foi dominada pelo império da Babilônia. Durante este mesmo tempo, boa parte dos sobreviventes de Judá foram mantidos em colônias de cativos na Babilônia, longe da sua própria terra.

O livro de Habacuque se divide em três partes principais:

Capítulo 1 apresenta o questionamento pelo profeta, procurando entender o procedimento de Deus para com os homens injustos e suas vítimas.

Capítulo 2 é a resposta principal de Deus, mostrando que ele seria capaz de castigar os rebeldes de Judá e ainda trazer a justiça contra seu instrumento de castigo, a Babilônia.

Capítulo 3 mostra a aceitação pelo profeta desta resposta, Habacuque reafirmando sua confiança no Soberano Deus.

A mensagem de Habacuque nos lembra do livro de , pois trata de um problema parecido: como explicar o sofrimento dos justos? No caso de Habacuque, o profeta começa com a injustiça e violência dominantes na sua própria nação. Ele clama a Deus pedindo justiça para proteger as vítimas inocentes: “Até quando, SENHOR, clamarei eu, e tu não me escutarás? Gritar-te-ei: Violência! E não salvarás? Por que me mostras a iniquidade e me fazes ver a opressão? Pois a destruição e a violência estão diante de mim; há contendas, e o litígio se suscita. Por esta causa, a lei se afrouxa, e a justiça nunca se manifesta, porque o perverso cerca o justo, a justiça é torcida” (Habacuque 1:2-4).

Mas a resposta de Deus assustou o profeta! Deus lhe disse, basicamente, “Você tem razão. Vejo estas injustiças e já estou trazendo os babilônios para castigar este povo rebelde”. Não foi esta a resposta que Habacuque esperava, pois ainda considerava seu povo de Judá menos ruim que a Babilônia! Habacuque fez uma segunda série de perguntas ao Senhor, perguntando como poderia usar uma nação tão má como a Babilônia para julgar seu povo. Disse que Deus estaria se calando e deixando o perverso devorar “aquele que é mais justo do que ele” (Habacuque 1:13).

Na resposta divina, o Senhor frisou dois fatos importantes de contraste entre atitudes de pessoas: (1) “o justo viverá pela sua fé” (Habacuque 2:4), um princípio citado múltiplas vezes no Novo Testamento; e (2) “tampouco permanece o arrogante” (Habacuque 2:5). Nesta resposta, Deus cita a soberba da Babilônia, que confiava nos seus ídolos e no seu poder militar, dizendo que traria a justiça contra aquela nação.

Mais um fato fundamental é frisado no final do capítulo 2: Deus está no controle! “O SENHOR, porém, está no seu santo templo; cale-se diante dele toda a terra” (Habacuque 2:20). Habacuque aprendeu esta lição importante, e se calou esperando a justiça divina. Sua inquietação e angústia foram substituídas pela confiança e fé: “O SENHOR Deus é a minha fortaleza” (Habacuque 3:19).

Que possamos sempre achar o mesmo conforto na confiança em Deus!

–por Dennis Allan

 



 


 

 


 

 
 

 

Por Gospel+ - Gospel+ Noticias

topo