Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; Ensinando-os a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos. Amém. Mateus 28:19,20.JESUS CRISTO 

                   

 

PARCEIROS DAS RÁDIOS, VERDADE GOSPEL E WEB RÁDIO LOVE SOM GOSPEL, QUE RETRANSMITEM A NOSSA PROGRAMAÇÃO PARA TODO O PLANETA,VOCÊ TAMBÉM PODE ANUNCIAR NESSE ESPAÇO FALE CONOSCO 44 99966-0058 UMA ORGANIZAÇÃO LUIZ SOARES,JESUS A SINTONIA PERFEITA PARA O SEU DIA-A-DIA.
RÁDIO VERDADE GOSPEL A RÁDIO DA ATUALIDADE CRISTÃ LEVANDO VOCÊ MAIS PERTO DE DEUS.ORGANIZAÇÃO SERVO LUIZ SOARES. WEB RÁDIO LOVE SOM GOSPEL,TRANSMISSÃO SIMULTÂNEA COM A RÁDIO VERDADE GOSPEL 24 HORAS NO AR,TRAZENDO PARA VOCÊ OUVINTE O MELHOR DO MUNDO GOSPEL.VISITE TAMBÉM O SITE DA WEB RÁDIO LOVE SOM GOSPEL. www.webradiolovesomgospel.com FALE CONOSCO 44 99966-0058

webradioverdadegospel@gmail.com  (44)99966-0058

O MELHOR DO MUNDO GOSPEL 24 HORAS  NO AR UMA ORGANIZAÇÃO DO SERVO LUIZ SOARES
         
          

 

 
Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese
Enquete
Qual história bíblica você acha mais interessante?
História de Paulo
História da rainha Ester
História de David
História de Moisés
História de Abraão
História de Jó
História de Sansão
História de Pedro
Ver Resultados

Rating: 3.0/5 (8860 votos)




ONLINE
1




Partilhe este Site...

 



 





Jonas: Profeta de Má Vontade
Jonas: Profeta de Má Vontade

Jonas fez seu trabalho na primeira metade do oitavo século a.C. (por volta de 790-750), durante o reinado de Jeroboão II de Israel (veja 2 Reis 14:23-25). Ele era filho de Amitai (Jonas 1:1; 2 Reis 14:25), e veio da cidade de Gate-Hefer em Zebulom, uns 7 km ao nordeste de Nazaré (2 Reis 14:25; Josué 19:13), a cidade onde Jesus foi criado séculos depois.

O livro de Jonas trata principalmente da cidade de Nínive, mas o pano de fundo envolve a situação política de Israel, também. Durante o reinado de Jeroboão II, Israel prosperava economicamente, e gozava de um período de domínio sobre os territórios ao seu redor. O povo achava-se seguro, mas também sabia da crescente ameaça apresentada pelo império assírio. O perigo de ataque pelos assírios era ainda maior do que Israel pensava, pois Deus estava se preparando para usar este império para castigar seu povo rebelde.

Da perspectiva de um patriota israelita, nada seria melhor do que o enfraquecimento do povo da Assíria. Quando Deus mandou Jonas a Nínive para avisar sobre o castigo iminente desta cidade, o profeta se rebelou. Ele não quis que os ninivitas se arrependessem. Se Deus destruísse aquela cidade principal dos assírios, Israel ficaria mais seguro. Jonas tentou fugir da presença do Soberano Criador do universo!

Mas ele não conseguiu! Deus impediu a fuga do profeta, e este acabou obedecendo e pregando aos ninivitas. A mensagem foi recebida pelo povo, e todos os habitantes de Nínive se arrependeram. Quando Deus viu o arrependimento e poupou a cidade, Jonas ficou bravo! Pregou a verdade que causou o efeito que Deus queria, mas o próprio profeta não queria ver a conversão deste povo!

Podemos analisar o conteúdo de Jonas observando para onde ele corria:

Capítulo 1 conta a história de como o profeta correu de Deus, tentando em vão fugir da presença do Senhor.

Capítulo 2 fala sobre o profeta desesperado na barriga de um grande peixe (baleia ou outra criatura marinha - a palavra hebraica aqui é imprecisa), e mostra como ele correu para Deus, mostrando seu arrependimento.

Capítulo 3 mostra a obediência de Jonas, agora correndo com Deus e pregando a mensagem divina na cidade de Nínive.

Capítulo 4 encerra a história com o relato da atitude ruim do profeta, correndo contra Deus e reclamando sobre a sua misericórdia. Jonas queria a misericórdia para si, mas não gostou quando Deus mostrou sua graça aos ninivitas!

A história de Jonas: fato ou mito? Pessoas que negam a possibilidade de milagres têm graves problemas com o livro de Jonas. Sugerem que ele seja um mito ou uma fábula com valor simbólico, mas que os acontecimentos registrados nele nunca aconteceram. Se procurarmos explicações naturais, realmente teremos problemas. Uma criatura marinha que pode engolir um homem e mantê-lo vivo por três dias? Trabalhamos com os seguintes fatos de fora do livro de Jonas: Jonas é uma personagem histórica da época de Jeroboão II (2 Reis 14:25). Jesus citou o exemplo de Jonas como história verídica (Lucas 11:29-30). Jesus comparou a sua própria ressurreição com a volta de Jonas (Mateus 12:38-42). Além destas considerações, a evidência interna apoia a conclusão que seja um livro histórico, pois se apresenta como narrativa de fatos acontecidos, envolvendo pessoas e lugares reais, e não em forma de fábula. Afinal, a questão da veracidade do livro de Jonas é uma questão de fé. As pessoas que rejeitam como histórico este livro mostram a sua falta de fé num Deus Todo-Poderoso, capaz de realizar os milagres contidos na história de Jonas.

–por Dennis Allan

 



 


 

 


 

 
 

 

Por Gospel+ - Gospel+ Noticias

topo